Pensamento...

"Eu sou o Colombo da minha alma e diariamente descubro nela novas regiões." | Gibran Khalil Gibran.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

FILHO DE DEUS - DIVALDO P. FRANCO / JOANNA DE ÂNGELIS



Allan Kardec explica que uma das principais consequências decorrente da compreensão dos ensinamentos espíritas é a da resignação diante das vicissitudes da vida.
De fato, as lições trazidas pelos Benfeitores Espirituais sobre Deus, a imortalidade, a vida futura, a reencarnação, a mediunidade, a necessidade do bem etc., oferecem ao mesmo tempo esclarecimento e conforto, auxiliando-nos na vilegiatura terrena.
Nesse sentido, como esclarecimento e conforto para as nossas almas, sobretudo naqueles momentos mais difíceis pelos quais passamos, sugerimos a leitura e a meditação do livro Filho de Deus, escrito pelo Espírito Joanna de Ângelis através das mãos do médium baiano Divaldo P. Franco.
Trata-se de um opúsculo, um pequeno livro, mas é possível exclamar: que livro!!!
Reunindo 30 mensagens distribuídas em 108 páginas, encerra um comovente apelo à resignação e ao trabalho fecundo da melhoria de nós mesmos e do meio em que vivemos. Toda as mensagens encontram-se permeadas pelo pensamento central de que somos filhos de Deus e que Ele, como Pai zeloso, amoroso e bom, preocupa-se com cada um de nós, ao extremo, de modo que tudo o que nos sucede, mesmo o que nos leva às lágrimas e cujas razões muitas vezes não compreendemos, objetiva sempre o nosso bem...
Particularmente, esta obra tem sido minha companheira já faz algum tempo, tanto que algumas de suas mensagens estão vivas em minha memória, constituindo fonte permanente de inspiração.
Seguem abaixo alguns trechos para apreciação:
I – “Empenha-te no sentido de conseguir êxitos nos teus empreendimentos íntimos, mesmo que a peso de sacrifícios, recordando-te que, em qualquer situação, Deus está contigo.” (p.9)
II – “Assim, Deus te necessita, a fim de que, em ti refletido, todos O vejam, sintam e amem, esforçando-se cada um para que também O tenha desvelado em seu cosmo interno, experimentando a plenitude que um dia dominará todas as vidas.” (p.16)
III – “Conscientizando-te de que não segues ao léu, mas te movimentas na correnteza da ordem superior, superarás tensões e amarguras, ansiedades e desgostos, porque esse hálito de Deus, que a tudo e a todos vitaliza, manifesta-se em ti e através de tudo aquilo que te diz respeito.” (p.34)
IV – “No lugar onde estejas, Deus está contigo: no lar, no trabalho, no espairecimento, no repouso, na doença, na saúde, nEle haurindo consolo e forças para prosseguires nos misteres a que te vinculas.” (p.51-52)
V – “Conforme aneles e projetes os teus pensamentos, a vida te devolverá em forma de acontecimentos, sensações e emoções.” (p.57)
VI – “Trinfo no mundo, é gozo que passa. Triunfo com Deus, é harmonia que permanece. Deus quer o melhor para ti, e, porque ainda não sabes elegê-lo, proporciona-te os meios para consegui-lo em definitivo, sem margem de o perder.” (p.76)
VII – “Considera aqueles que te cercam, como sendo a tua oportunidade de desdobrar o amor, mesmo que não estejam capacitados para recebê-lo, e, especialmente, por esta razão mesma.” (p.89)
VIII – “A tua vida escreve páginas que irão influenciar outras vidas, nelas permanecendo como exemplos, estímulos ou derrotas. Deus permanece sempre guiando-te e fortalecendo-te para o fanal feliz. Não o duvides, nem o desconsideres.” (p.97)
IX – “Agradece, pois, a Deus, tua vida, teu corpo, teu ser eterno que marcha vertiginosamente para Ele.” (p.103)
X – “Deus te ama
e tu percebes.
Sua ternura
te rocia a face
e Suas mãos
te sustentam.

Seu hálito te vitaliza
e Sua voz silenciosa
chega aos teus ouvidos,
com bênçãos,
com esperanças
e com orientações.

Deus te busca
e te encontra.
Agora que O sentes,
Deixa-te penetrar
e conduzir
ao destino feliz
que te reserva.

Deus vive, manifesta
e dilata o Seu amor
através de ti.
Tu o sabes...
E onde tu estiveres
Ele estará sempre contigo.” (p.108)

Referência:
FRANCO, Divaldo P. (pelo Espírito Joanna de Ângelis). Filho de Deus. Salvador, BA: LEAL, 1986. 108p.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar