Pensamento...

"Eu sou o Colombo da minha alma e diariamente descubro nela novas regiões." | Gibran Khalil Gibran.

domingo, 12 de fevereiro de 2012

DOIS ASPECTOS DA QUESTÃO 132 LE

132 – Qual é o objetivo da encarnação dos Espíritos?

     - Deus lhes impõe a encarnação com o objetivo de fazê-los chegar à perfeição. Para alguns é uma expiação, para outros é uma missão. Todavia, para alcançarem essa perfeição, devem suportar todas as vicissitudes da existência corporal; nisso é que está a expiação. A encarnação tem também outro objetivo que é o de colocar o Espírito em condições de cumprir sua parte na obra da criação. Para realizá-la é que, em cada mundo, ele toma um aparelho em harmonia com a matéria essencial desse mundo, cumprindo aí, daquele ponto de vista, as ordens de Deus, de tal sorte que, concorrendo para a obra geral, ele próprio se adianta.

     A ação dos seres corpóreos é necessária à marcha do Universo, mas Deus, em sua sabedoria, quis que, por essa mesma ação, eles encontrassem um meio de progredir e de se aproximarem dele. É assim que, por uma lei admirável de sua providência, tudo se encadeia, tudo é solidário na Natureza (LIVRO DOS ESPÍRITOS).

     Com muita clareza os Espíritos Superiores esclarecem que o objetivo da encarnação é o acesso à perfeição, atravessando as vicissitudes da existência corporal e colaborando com a obra da criação.

     As vicissitudes não são castigos nem cumprem o papel de punição às faltas cometidas. Antes, são respostas às escolhas do Espírito em suas múltiplas vidas. Essas respostas são circunstâncias, mais ou menos contrárias ao senso de conforto do Espírito reencarnado. Umas são mais duras, outras mais suaves, mas em todas há a justa medida e o caráter de estímulo à superação das dificuldades.

     A par da imposição radicada na lei do retorno, o Espírito reencarnado participa da criação, em nobre papel colaborando com o aprimoramento da humanidade segundo as suas habilidades. Assim é que, enquanto se educa no sentido do bem, corrigindo o desequilíbrio que ocasionou quando ainda pouco afinado com o amor, seu novo exercício reverbera na condição evolutiva de todo o planeta.
 
Referência:
http://universosplurais.blogspot.com/p/estudos.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar