Pensamento...

"Eu sou o Colombo da minha alma e diariamente descubro nela novas regiões." | Gibran Khalil Gibran.

domingo, 5 de maio de 2013

EXPERIMENTA - CHICO XAVIER / EMMANUEL

Em todos os males que nos assoberbam a vida, apliquemos as indicações curativas do Evangelho.
***
Conflitos e queixas à frente do próximo:
- Amemo-nos uns aos outros, qual o Divino Mestre nos amou.
***
Desinteligências em casa:
- Lembremo-nos de que se não procuramos compreender e nem amparar os que nos partilham o círculo doméstico, estaremos negando a própria fé.
***
Provocações e insultos:
- Exoremos a Divina Misericórdia para quantos nos perseguem ou injuriam.
***
Incompreensões no campo da convivência:
- Com quem nos exija a jornada de mil passos, caminhemos mais dois mil.
***
Calúnias e sarcasmos:
- O Senhor recomenda se perdoe cada ofensa setenta vezes sete.
***
Provas e contratempos:
- Orar sempre e trabalhar sem desânimo, na edificação do bem de todos.
***
Perturbações íntimas:
- Onde colocamos os nossos interesses, aí se nos vincula o coração.
***
Ocasiões de críticas e reproches:
- Com a medida que julgarmos os outros, seremos julgados também nós.
***
Reivindicações e reclamações:
- Busquemos o Reino de Deus e sua justiça e tudo mais de que necessitemos ser-nos-á acrescentado.
***
Adversários ferrenhos ou implacáveis:
- Amemos os nossos inimigos, observando que lições nos trazem eles, a fim de que possamos aproveitá-las, porque, se amamos tão somente os que nos amam que haverá nisso demais?
***
Arrastamentos e paixões:
- Vigiemos a nós mesmos para que não venhamos a resvalar para as margens da senda que nos cabe trilhar.
***
Anseio de orientação e conselho:
- Tudo o que queremos que os outros nos façam, façamos nós igualmente a eles.
***
Provavelmente, na arena das inquietações e tribulações terrestres, terás tentado as mais diversas receitas, traçadas por autoridades humanas, à busca de equilíbrio e paz, segurança e felicidade, sem atingir os resultados a que aspiras... Entretanto, não esmoreças. Uma fórmula existe que jamais falha, na garantia de nosso próprio bem: experimenta Jesus.

EMMANUEL

Referência bibliográfica:
XAVIER, Francisco C. (Espíritos Diversos). Passos da Vida. 6.ed. Araras-SP: IDE, 1991. p. 25-28.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar