Pensamento...

"Eu sou o Colombo da minha alma e diariamente descubro nela novas regiões." | Gibran Khalil Gibran.

quinta-feira, 26 de junho de 2014

VOZES DO AMOR - RABINDRANATH TAGORE / DIVALDO P. FRANCO

Quando
a música do amor toca
aos meus ouvidos a sua balada,
ergo-me da solidão
e abraço todas as criaturas
de Deus
- vegetais, animais e homens -
como minhas irmãs.
***
Enquanto
os dois olhos ternos de uma
criança
brilharem no mundo,
como estrelas solitárias
espalhando
a luz da esperança,
com certeza Deus permanece
convidando o homem
à vivência do amor.

Referência:

FRANCO, Divado P. (Espíritos Diversos). Momentos de Renovação. Salvador: LEAL, 1984. p.16.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar